RHS
   Entre em contato
    CBSM
   Web-Rádio Delírio Coletivo
INOVAÇÃO EM SAÚDE E EDUCAÇÃO
A Oficina de Integração Mexendo a Cuca:Saúde Mental, Gastronomia, Matemática e Cidadania fruto da parceria entre o IFSC e o SOIS de Joinville-SC, foi apresentada no Laboratório de Inovação em Educação na Saúde da OPAS no DF
 
 
Publicado em 14 de Março de 2018

Durante três dias (6 a 8 de março), 45 representantes de experiências em Educação Permanente trocaram conhecimentos em Educação Permanente durante o seminário do Laboratório de Inovação em Educação na Saúde, realizado em Brasília.

 

O seminário marcou a segunda etapa do Laboratório de Inovação que a partir das apresentações realizadas, a comissão de avaliação do Laboratório de Inovação selecionará 30 práticas para serem visitadas no território, no período de abril e maio. Após as visitas “in loco”, a comissão indicará 15 experiências inovadoras no tema que serão sistematizadas e divulgadas.

 

O Laboratório de Inovação é de iniciativa do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges), da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), do Ministério da Saúde, em parceria com a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), com o objetivo de fortalecer a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde e dar visibilidade a experiências exitosas.

 

Abertura do Seminário

 

Para a diretora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges) do Ministério da Saúde, Cláudia Brandão, o momento é de reconhecimento às experiências participantes. “Que os representantes já se sintam reconhecidos pela contribuição que tem dado a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, especialmente, em um momento em que estamos discutindo a sua atualização. Queremos dar continuidade a esse processo de valorização das práticas, por meio do Laboratório de Inovação, pois as ações de Educação na Saúde refletem diretamente na qualidade dos serviços de saúde prestados à população”, reflete Brandão. “O Laboratório de Inovação surgiu no contexto de retomada das discussões da Educação Permanente e soma-se a outros projetos como o PRO-EPS, que destina R$ 70 milhões de recursos do Ministério da Saúde a projetos de Educação Permanente para municípios, estados e Distrito Federal”, explicou.

 

A coordenadora da Unidade Técnica de Capacidades Humanas para a Saúde da OPAS, Monica Padilla, ressaltou a contribuição das experiências na discussão da política de Educação Permanente em Saúde na Região das Américas. “Este encontro não é só para avaliar mas para aprender. O Brasil, por meio do SUS, é um dos poucos países que tem uma política de Educação Permanente institucionalizada, com previsão orçamentária para apoiar os projetos realizados pelos entes federado. De forma geral, a política de Recursos Humanos na Região das Américas, do ponto de vista da OPAS, evoluiu muito nos últimos 10 anos mas há uma dívida muito grande com a temática da Educação, sobretudo, em como fazer para que seja mais coerente com que o sistema de saúde precisa”, defende Padilla.

 

A representante do Conasems, Marcia Pinheiro, também destacou a importância da iniciativa do Laboratório de Inovação por compartilhar as experiências que trazem respostas a desafios comuns para a área. “Durante as discussões da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde, por exemplo, percebemos que há uma grande dificuldade dos entes federados em executar o orçamento da área de Educação na Saúde”, destacou Marcia Pinheiro.

 

Também participaram da mesa de abertura, o representante do Conselho Nacional de Saúde, Douglas Pereira, e a diretora do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia, Isabela Cardoso,. “Colocar o conceito da Educação Permanente em prática é algo a comemorar. As experiências inscritas, 251 ao total, demonstraram a potência da área em contribuir com a melhoria dos serviços de saúde”, ressaltou Isabela Cardoso.

 

Instrumento on line

 

O seminário do Laboratório de Inovação inovou ao implantar a avaliação das experiência para os participantes do encontro. Por meio de um questionário on line, cada representante de experiência registrou a sua opinião sobre todas as 45 práticas. “É um instrumento simples onde o participante pode dizer se ela é inovadora ou não, se é viável a sua reprodução no SUS”, explica Isabela Cardoso.

 

O registro do seminário também é compartilhado no Observatório Regional de Recursos Humanos da OPAS (http://www.observatoriorh.org/) para que outros países da Região das Américas possam acompanhar as discussões.

 

Matéria original disponível no Portal  de Inovação na Gestão do SUS

 

Joinville representada neste seminário

 

A Oficina de Integração Mexendo a Cuca: Saúde Mental, Gastronomia, Matemática e Cidadania desenvolvida por Raphael Henrique Travia, propoonente do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina-IFSC em parceria com os Serviços Organizados de Inclusão Social-SOIS foi apresentada no último dia do evento e avaliada por banca examinadora composta por especialistas em saúde de renomadas universidades.

 

Após essa etapa de seleção a experiência será visitada "in loco" por representantes da OPAS e do Ministério da Saúde entre os meses de abril e maio de 2018.

 

Está previsto para Abril de 2018 a realização de um Encontro Estadual de Educação Permanente em Saúde de Santa Catarina, onde todas as experiências contempladas no Laboratório de Inovação da OPAS serão apresentadas e valorizadas no território.

 

Dê-lirar é fundamental!
 
"Tão fundamental que se eu fosse uma filósofa importante mudaria a máxima cartesiana para: "Deliro, logo existo".  É comum que se diga que só os loucos deliram, mas isso não é verdade.  Todos nós deliramos. 
Quem não delira ou é pedra ou é planta.  Todas as pequenas e grandes realizações humanas iniciaram com um delírio, ou seja, numa invenção da cabeça de alguém."
(Rita Almeida-Psicóloga).
Comunique-se conosco
 
 
 (47) 3423-0245
R. Tubarão, 128, América, Joinville  CEP: 89204-340
Encontre-nos!
 
Home   •   Topo   •   Sitemap
Facebook Twitter Google+ Google Pinterest LinkedIn Email Addthis
© Todos os direitos reservados.
 
ARQUIVO CRÉDITOS NÃO ESTÁ ABRINDO, ESTÁ COM ERRO OU NÃO POSSUI A ASSINATURA.